Qual a diferença entre baixa e alta tensão?


Você já deve ter se perguntado ou imaginou como que a energia chega até a sua casa. Para atender a diversos clientes e diferentes portes, as distribuidoras de energia necessitam observar as especificidades da rede e da tensão.

A energia percorre um grande caminho entre as usinas geradoras até a residência ou comércio. Pensando em possíveis perdas da tensão nesse longo trajeto, a energia é enviada em tensões altas e extra-altas, para que o abastecimento elétrico ocorra com mais fluidez e segurança. Esse aumento da tensão é uma premissa técnica.

No caminho entre as usinas e o cliente final, temos as subestações, que atuam no processo de entrega da energia, baixando a tensão para o nível dos locais destinados. Existem dois tipos de clientes: os que recebem energia na baixa tensão (clientes residenciais) e aqueles de maior porte que consomem a energia de alta tensão (indústrias, por exemplo), com ajustes para essa categoria.

Quando uma pessoa solicita o fornecimento de energia elétrica, precisa preencher um questionário e apresentar o projeto que compreenda o levantamento de carga, uma espécie de avaliação feita pela distribuidora de energia para que seja identificado o nível de tensão.
Quando a solicitação é realizada por uma empresa, ainda é preciso informar o tipo de equipamento que será operado. Pois, na maioria das vezes, esses equipamentos consomem muita energia, o que acarreta no aumento da tensão.

Clientes residenciais não são atendidos em alta tensão, visto que o consumo de energia e os equipamentos utilizados não se enquadram em cargas maiores e não necessitam de transformadores em casa.
Somente após essas análises, é que a distribuidora enquadra o cliente em determinada faixa de tensão.

Para que a entrega ao cliente seja feita de forma correta, é necessário o uso de um transformador de energia, que é uma máquina projetada para transformar a tensão recebida para a tensão desejada na transmissão. Esses equipamentos são vistos em postes estratégicos, nas ruas e avenidas de uma cidade.

Na hora de solicitar o fornecimento para sua residência, comércio ou indústria, procure sempre um especialista na área, para te auxiliar desenvolvendo o projeto elétrico que melhor se enquadra ao seu empreendimento.

Sem Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.